02 maio 2013

A...dor

Nasci errada e não sabia
pensei errado e escrevi.
Palavra sem significado,
hoje é um monstro.

Uma palavra, 
remédios,
sonhos 
e ah,
 realidade.

Como as pessoas conseguem falar sobre ela?
Já sei! 
Simplificando-a.

É fácil iludir-se 
Assim como sofrer.
O valor da queda 
é igual à dimensão desse sentimento.

Reinventá-lo seria 
amá-lo sem ter consequências
e pensar nessa possibilidade 
é senti-lo verdadeiramente.
Postado por Thalia Melo 2 comentários
02 maio 2013

A...dor

Nasci errada e não sabia pensei errado e escrevi. Palavra sem significado, hoje é um monstro. Uma palavra,  remédios, sonhos ...
Postado por Thalia Melo 2 comentários
14 janeiro 2013

Precisão ou emoção?

Sinto aspirações a suicídio 
ouço o som do pescoço que fora estrangulado ao meu lado
grito para o vazio
vivo,
vagando por rastros do desespero.

Esconda lágrimas,
abra sorrisos para seus assassinos.
Faça uma máscara no seu rosto, 
mas não ache a rachadura. 

Sinta-se alto
e caia do abismo. 




Não costumo fazer isso, mas como já disse em um post anterior, sou muito fã do Panic! At The Disco e suas músicas exercem grande influência no que faço e no que sou. Essa poesia tem vários significados sobre mim, porém com certas influências da banda. Uma das músicas é Mercenary que eles fizeram em 2011 para a trilha sonora do jogo Batman : Arkham City, aliás pretendo fazer um post sobre esse jogo assim que eu terminá-lo. Vou deixar o link da música caso vocês queiram escutá-la.


                              


Postado por Thalia Melo 6 comentários
14 janeiro 2013

Precisão ou emoção?

Sinto aspirações a suicídio  ouço o som do pescoço que fora estrangulado ao meu lado grito para o vazio vivo, vagando por rastros d...
Postado por Thalia Melo 6 comentários
13 janeiro 2013

Quebra de almas

As coisas acontecem porque precisam acontecer
e não porque as deixei fluírem.
Escute-me apesar de não dizer nada
Sei que sou um vazio, 
porém desejo a diferença.

OH! Se eu fosse uma donzela perdida,
as pessoas me escutariam.
Silêncio,
sempre o silêncio.
Estou cansada de todas as armadilhas da vida
Cairei como um objeto 
que não busca um caminho.


Postado por Thalia Melo 0 comentários
13 janeiro 2013

Quebra de almas

As coisas acontecem porque precisam acontecer e não porque as deixei fluírem. Escute-me apesar de não dizer nada Sei que sou um vazio...
Postado por Thalia Melo 0 comentários