05 junho 2012

Delírio

Penso em seus olhos
que nunca se encontraram nos meus.
Penso no seu sorriso
que às vezes me trazem saudade.

Escrevo o que penso,
mas não digo a verdade.
Choro,
mas sem saber o porquê.

Necessito de um abraço seu tranquilizador,
mas recebo o vazio.
Sua voz é como melodia
à minha loucura.

Quero você,
porém você está longe,
inalcançável, tão distante
que não poderá voltar.
Postado por Thalia Melo

1 comentários:

Natalia Dantas disse...

Que lindo :D

Beijos :*
Natalia. http://www.musicaselivros.blogspot.com/

Postar um comentário