04 julho 2012

Horologia

Relógios invadem minha vida,
atrasam-se e perdem o controle.
Minha mágica cura todos os defeitos.
Serei um eterno sonhador,
e as minhas peças encontraram
o seu caminho.

Abro meus olhos,
vejo meus mecanismos.
O tique taque tenta confrontar-me,
porém surge como
uma linda pena.
Tudo é encharcado pela tinta,
e as palavras voam.

Acorde,
o tempo é uma arte,
e já está na hora de mexermos
nossos ponteiros.




*Para os que gostam dos meus poemas e gostariam de saber como é o processo de escrita deles, nos últimos dias recebi um convite para fazer um post no blog ConversaCult sobre poesia. O link é este a seguir: http://conversacult.blogspot.com.br/2012/07/um-pouco-sobre-poesia.html?spref=fb.
 Espero que gostem.
Postado por Thalia Melo

1 comentários:

Jader Monteiro disse...

Seu poema ficou muito bonito! Sério!
Eu também escrevo poemas, acho este processo muito interessante...
Eu li o post, do link que você colocou; achei muito legal este seu estilo todo próprio de criar...
Muito bom! :DD

Jader Monteiro
http://cinco-datarde.blogspot.com.br/

Postar um comentário