09 julho 2012

Tormento

Meu grito é como um suspiro
a seus ouvidos.
Tenho medo do seu olhar.
Recitarei em silêncio,
não existe uma saída.

Tudo decorre bem desse jeito,
porém me causa incômodo.
Um dia as palavras escaparam 
e me arrependerei para sempre.

Minhas palavras são eternas,
e estarei segurando-as no escuro.
Postado por Thalia Melo

5 comentários:

Érika Santos ♥ disse...

adoreii.. escreves muito bem mesmo viu!

bjooos
Formulas Padrões do Coração
Curta a FanPage

Julia G disse...

Ei, sempre com poemas profundos por aqui, hein? Adoro essa inspiração, gosto muito de pensar sobre esse tipo de leitura.

Beijos

Portifolio das Letras - Juliana Martinelli disse...

Escritores sempre sentem mais, ja percebeu?

@littlepistols
http://portifoliodasletras.blogspot.com.br/

Thalia Melo disse...

Obrigado pelos comentários. :)

Juliana Bittencourt disse...

Bem profundo! Você escreve muito bem.

http://relembrandosonhos.blogspot.com.br

Postar um comentário