05 outubro 2012

Caçada

Pare de arrastar-me,
não me trate como uma lebre.
Corra do cão de caça,
fuja do desespero.

Seja um espelho,
copie os outros
e arranque sua dignidade.

Sinta o cheiro pelo
qual foi preso
e deteriore-se.

Aja,
não meça palavras.
Jogos não exigem pensamentos,
seja hábil.

Corra,
antes de perder.
Postado por Thalia Melo

1 comentários:

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

Postar um comentário